Ana Marcelle, atleta do tiro com arco, estreia esta noite na Olimpíada

Dois atletas cariocas do tiro com arco começam na noite desta quinta-feira (22) a busca por uma medalha inédita para o país na Olimpíada de Tóquio (Japão). A primeira a competir logo mais, às 21h (horário de Brasília), será Ane Marcelle. Na sequência, à 1h de sexta (23), será a vez do arqueiro Marcus D’Almeida. As disputas ocorrerão no Parque de Yumenoshita, na cidade Koto, à leste da capital japonesa.  

Ane Marcelle, de 27 anos, garantiu a vaga olímpica este ano, ao vencer o Pan-Americano da modalidade, em Monterrey (México). A arqueira chega a Tóquio já experiente, após copetir na Rio 2016, quando obteve o melhor resultado do país na modalidade ao terminar a competição em nono lugar. 

“Estou muito orgulhosa da minha trajetória, de ser a primeira atleta negra do tiro com arco a disputar os Jogos Olímpicos pelo Brasil. Quero fazer bonito aqui como fiz em 2016”, afirmou a carioca, em depoimento ao site do Comitê Olímpico do Brasil (COB). 

A arqueira competirá nas provas individual, e também de equipe mista ao lado do conterrâneo Marcus D’Almeida. A dupla já tem no histórico a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de Lima (Peru), em 2019.   

Marcus D'Almeida (Brasil), na semifinal do individual do arco recurvo no tiro com arco dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Local: Villa Maria del Triunfo, em Lima (Peru). Data: 11.08.2019.

O arqueiro Marcus D’Almeida estreia à 1h (horário de Brasília) desta sexta-feira (23) na Olimpíada de Tóquio (Japão). Ele também disputa a prova mista ao lado de Ane Marcelle – Abelardo Mendes Jr/rededoesporte.gov.br/Direitos Reservados

E foi no Pan de Lima que Marcus D’Almeida, de 23 anos, carimbou o passaporte rumo a Tóquio ao conquistar a prata na disputa individual. Aos 18 anos, ele teve sua primeira experiência em Jogos Olímpicos na Rio 2016, terminando na 34ª posição. 

“Acho que pulei algumas etapas e não cheguei aos Jogos do Rio do jeito que eu gostaria. Hoje eu entendo o que foi disputar uma edição dos Jogos, o tamanho de tudo aquilo, e estou mais maduro. Estou aqui em Tóquio pronto para fazer o que eu treinei, da melhor forma possível, pensando sempre coisas positivas”, disse o arqueiro, que além da prova mista, competirá também na individual.

As provas do tiro com arco em Tóquio 2020 irão até 31 de julho. 

Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *